Buscar

Por: Erika Carvalho Barroso



Este livro é uma abordagem sobre a capoeira e seus símbolos. Nascida da cultura popular afro-brasileira, essa manifestação cultural apresenta um sistema de linguagem própria, composto por imagens, cantos, objetos e ritmos, que na verdade, é uma representação da miscigenação cultural é étnica que compõe o povo brasileiro.


Compre por R$ 36,90 via parceiro:

Compre o e-book via

Obs.: ao clicar em qualquer um dos dois links (Um Livro ou Amazon) você será transferido de forma segura para estes sites, onde poderá finalizar sua compra e estes farão a entrega.

A Fross acompanhará todo esse processo da comprar a entrega.

Qualquer dúvida, acesse-nos no Fale Conosco.

Fique tranquilo!


Sinopse:

Erika Carvalho transcorre na busca da melhor compreensão ou algumas, de diversas compreensões que possui e que compõem uma roda de capoeira, ela fala de ritos, elementos, mitos, instrumentos, vestimentas, religiosidade, axé, comportamentos e a concepção do “EU interior e exterior” que é instigado quando sentimos a energia que é aflorada quando estamos realmente presente em uma roda de capoeira ou em outras manifestações afro brasileira.

Saber dessas influencias vinda de povos diversos e reproduzidos da melhor maneira, só confirma a riqueza que nós capoeiristas temos e por vezes deixamos passar despercebido ou que não conseguimos explicar de fato esses sentimentos. E acaba por atribuir essas energias/ axé a alguém presente na roda, porém aqui nesse livro, Chiquinha aborda de maneira sucinta de acordo com suas vivencias, pesquisas e estudos que a mesma adquiriu ao longo do tempo a entender o Axé (energia boa) se assim posso dizer, que por vezes não sabemos internalizar, canalizar, externar e até mesmo encontrar quando estamos conduzindo ou participando de uma roda, assim como identificar o porquê da falta do axé, independentemente da quantidade de pessoas presentes ou não.

Por isso a importância da percepção de elementos e símbolos em uma roda. Esse exemplar nos mostra também a correlação desses elementos com o ato de ser político e resistente cultural.

Qualidades essas muito presente s em multiplicadores da capoeira e outras expressões da cultura afro popular, mesmo que alguns ainda não tenham se atentado da força e representatividade que possui quando reproduzem comportamentos presentes no nosso imaginário adquirido com o tempo através da oitiva e vivencias com os mais velhos. Após o acesso a esse livro tenho certeza que o leitor terá uma consciência mais aguçada, e saberá que essas heranças vêm de longe e tem origem em diversos povos. Ou seja, somos abençoados.


Edição: 1ª/2020

Páginas: 116

Peso: 135g

Tamanho: 14/21 cm.

ISBN: 9786588240052

Miolo: papel offset 75.

Versão simples: imagens em petro e branco

Versão especial: imagens coloridas.

Capa: papel cartão tríplex, 250.

Acabamento da capa: colorido com brilho.

Lombada: quadrada com colagem.

A autora:

Érika Carvalho Barroso é arquiteta, professora de Artes. Como tal, sempre foi apaixonada pelos assuntos referentes à cultura afro-brasileira. Dentre elas a capoeira, que mais do um hobby, é para ela um estilo de vida.


Para a autora, pelo editor:

Primeiro quero falar de Érika... Essa pessoa que é em si uma explosão de sentimentos, de ação, de atividade, de intelecto a serviço de sua essência: a capoeira, as danças e vários elementos da cultura afro...

Isso se revela na sua relação com seu companheiro, amigo, amor: Fabiano - Biano. Ela, uma afrodescendente por escolha e ele, por natureza. Fica sempre a pergunta: ele que a fez mergulhar de cabeça na africanidade ou ela que o puxou ainda mais em direção as raízes de nossa mãe África?

A palavra Nirvana, no sentido ignorante, nos dá ideia de algo agitado, acelerado e de ritmo intenso. Na verdade, nas tradições indianas e budistas, seu significado mais essencial é o de “indicar um estado eterno de graça”, de paz, um momento pós-sofrimento quando prevalece o contentamento. Erika é para mim essa representação do Nirvana em ambos os sentidos: pela sua agitação que nos transmite e por estar sempre em movimento; mas, na verdade, por ser esse ser uma representação de espiritual, que nos dá a ideia de que atingiu essa paz espiritual.

Bom, ao menos é o que transmite;

Quanto a obra, Mito Capoeira, é o registro de uma experiência, do amor de Érika por essa temática, por essa atividade, pela história e pela cultura que em si a capoeira representa.

Além da realização de um desejo pessoal, a autora deixa como legado o registro de significados importantes para a Cultura Popular Brasileira

Parabéns Erika pelo seu registro e por esta obra.



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Editora Fross.

Antonio Carlos Frossard ME

CNPJ: 32.406.462/0001-08

Rua Farinha Filho, 5/402,  Centro, Nova Friburgo - RJ

Cep. 28.610-280

Atendimento: 

Novos escritores:

frosseditora@gmail.com

SAC Fross, acesse Whatsapp

Via Link - é só clicar Aqui >>

Ou 

https://api.whatsapp.com/message/IQ4FUFPDNA74O1

Atendimento geral:

Tel/ Whatsapp:  22- 981017258

E-mail: editorafross@gmail.com

Redes sociais: @editorafross

* Respostas às mensagens são sempre em horário comercial.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

© 2019 Editora Fross. Criado por Modelo Wix

Salmo 111:

Confio, sigo e agradeço.

mpf